O Diretor Comercial da F. REGO, em entrevista para a newsletter da empresa, reflete sobre o passado, presente e futuro da atividade da corretagem de seguros. Luís Teixeira considera que a “recente pandemia poderá potenciar uma aceleração da mudança, para o broker ser mais um consultor do que um mediador, tornando-se assim um parceiro estratégico dos clientes, e no qual é depositada a responsabilidade de gestão ativa da transferência de risco das suas atividades.”

LER ENTREVISTA